Você está em:

Instituição

História

História

A instituição tem sua origem em outubro de 1995 (na época ainda conhecida como Escola da Pandorga), quando sua fundadora, com o auxílio de uma educadora auxiliar, acolheu 2 crianças autistas em dependências anexas de sua própria casa. O lugar foi tomando a forma de um centro de convivência. À medida que se tornava conhecida a existência de uma instituição que atendia especificamente crianças com autismo e psicose graves, sem perguntar pelas condições financeiras da família, o número de pedidos por uma vaga ia aumentando. O crescimento deu-se na seguinte proporção: em 1995 = 2; em 1998 = 12; em 1999 = 15; em 2000 = 20; em 2007 = 27. Desde 2010 são 40, esgotando-se, com isso, as capacidades físicas de atendimento.

No ano de 1999, foi criada a Associação Mantenedora Pandorga, uma associação civil de caráter beneficente, filantrópica e sem fins lucrativos, que conta atualmente com cerca de 110 membros contribuintes.

Com o tempo, as dependências do centro de convivência disponibilizadas pela família hospedeira tornaram-se insuficientes para atender a crescente demanda por vagas. Além do aumento da procura, as pessoas que chegaram à Pandorga ainda crianças, cresceram e tornaram-se adolescentes e adultos, necessitando de um lugar mais adequado às suas condições.

Com a colaboração de uma rede de benfeitores, a Associação conseguiu adquirir, em abril de 2003, um terreno adequado para construir um segundo centro de convivência, situado numa vizinhança que favorece a integração das pessoas assistidas na vida do bairro (proximidade de bancos, farmácias, cabeleireiros, supermercado, pequeno comércio). Com o auxílio de diversas entidades, a Pandorga logrou reunir os fundos financeiros necessários para realizar a obra. O novo centro de convivência, com 380 m² de área construída, foi inaugurado em junho de 2005. Ele abriga todas as dependências necessárias e adequadas para o atendimento de 28 jovens com autismo e psicose graves, além da coordenação geral e administração da Associação Mantenedora Pandorga. Quando de sua inauguração, o primeiro centro de convivência passou a chamar-se Pandorga Criança e o segundo, Casa da Pandorga.

Em 2014 começou a ser construído o prédio com as novas dependências da Pandorga Criança, que foi inaugurada em meados de 2015. Nos últimos anos incrementaram-se as atividades de apoio às famílias, de consultoria externa a indivíduos, famílias e entidades, de disseminação de conhecimentos (seminários, cursos, publicações), de contribuição para a formação de redes e de luta pela efetivação de direitos.

Acontece

O que acontece na Pandorga

Atendidos

Veja a galeria de fotos de atendidos pela Pandorga.

Cursos

Cursos da Pandorga

Formação

Clique e veja mais sobre nossa próxima formação.

Parceiros

Quem apóia a Pandorga

  • Petrobrás
  • Stihl
  • Moro Arquitetos
  • FLD
  • Parceiros voluntários
  • Faculdades EST
  • IMAMA
  • Fundação Maurício Sirostsky Sobrinho
  • Kinder
  • Banco de alimentos
  • Instituto HSBC Solidariedade