Você está em:

Pandorga

Texto - Naoki Higashida: Não temos nem mesmo controle sobre nosso próprio corpo

 

Naoki Higashida: Não temos nem mesmo controle sobre nosso próprio corpo.

Naoki Higashida

(Página 47:)

Não temos nem mesmo controle sobre nosso próprio corpo. Tanto ficar quieto quanto se mover, quando nos é pedido, é um desafio – é como comandar por controle remoto um robô com defeito. Para completar, vamos sendo repreendidos e não podemos nem nos explicar. Eu me sentia abandonado pelo mundo inteiro.

(Página 78:)

Há situações em que não tenho como fazer nada, por mais que eu queira. É quando meu corpo fica além do meu controle. Não quer dizer que esteja doente ou algo assim. É como se todo o meu corpo, exceto minha alma, pertencesse a outra pessoa e eu não tivesse nenhum domínio sobre ele. Acho que vocês nunca seriam capazes de imaginar quanta agonia essa sensação causa.

Nem sempre dá para perceber só olhando para uma pessoa com autismo, mas nós nunca sentimos que nossos corpos de fato nos pertencem. Eles estão sempre agindo sozinhos e escapando de nosso controle. Aprisionados lá dentro, lutamos o tempo todo para que façam o que mandamos.

(Texto extraído de Naoki HIGASHIDA, O que me faz pular, Rio de Janeiro: Intrínseca, 2014, p. 47 e 78.)

Acontece

O que acontece na Pandorga

Atendidos

Veja a galeria de fotos de atendidos pela Pandorga.

Cursos

Cursos da Pandorga

Formação

Clique e veja mais sobre nossa próxima formação.

Parceiros

Quem apóia a Pandorga

  • Petrobrás
  • Stihl
  • Moro Arquitetos
  • FLD
  • Parceiros voluntários
  • Faculdades EST
  • IMAMA
  • Fundação Maurício Sirostsky Sobrinho
  • Kinder
  • Banco de alimentos
  • Instituto HSBC Solidariedade